Sinopse

A igrejabrasileira tem sido ineficaz na guerra cultural que trava contra a sociedadenão cristã. Na melhor das hipóteses, ela cumpre o papel de acomodar seusmembros na dinâmica da sociedade e, quando muito, esforça-se para manter vivauma pauta moral.

A inteligência teria a finalidade exclusiva de nos fazer bem-sucedidossegundo os atuais padrões da sociedade de consumo? E a glória de Deus? Qual opapel da inteligência que Deus nos deu para sinalizar à sociedade os valoresdo reino? Por que parcela considerável da igreja despreza com tantafrequência a atividade intelectual?

Pedro Dulci estimula a discussão incentivando uma geração a pensar e agirestrategicamente, ciente de que esse desapreço pelo debate intelectual apenasincrementa por parte dos não cristãos o domínio do espaço do pensamentocriativo, diminuindo ainda mais a influência cristã nos rumos dasociedade.

Penso que, embora muitos irmãos em Cristo ocupemlugares importantes em diferentes esferas públicas, poucos cumprem suavocação com uma mente genuinamente bíblica. Este livro não foi escritosomente para eles, mas para toda a Igreja de Cristo, como uma convocação paralevarmos a sério a inteligência que Deus nos deu.

Pedro Dulci

Autor

Pedro Dulci é filósofo e pastor presbiteriano. Tem graduação em Teologia pelo Seminário Presbiteriano Brasil Central e é doutorando em Filosofia pela Universidade Federal de Goiás, com um período de estudos na Universidade Livre de Amsterdã (Holanda). É pastor da Igreja Presbiteriana Bereia, capelão do Instituto Presbiteriano de Educação e professor de Filosofia no Seminário Presbiteriano Brasil Central, em Goiânia (GO). É casado com Carolinne e pai de Benjamim.