Diário Che Guevara

Diário Che Guevara

Sinopse

Este diário reproduz o cotidiano de Che Guevara na Bolívia, a partir de 7 de novembro de 1966, país de onde ele pensava ampliar o movimento guerrilheiro por todo o continente latino-americano, até outubro de 1967, quando foi executado. Graças a anotações feitas em um pequeno livro, com letra miúda e quase ilegível de médico, conhecemos sua jornada. Estão ali as marchas por terrenos abruptos e difíceis, no meio dos bosques úmidos, assim como os momentos de descanso. Os apontamentos aqui reunidos foram, nesse aspecto, importantes para escrever narrações históricas da guerra revolucionária em Cuba sob um enfoque que alia ações concretas a aspectos pedagógicos e humanos.

Autor

Ernesto Guevara de La Serna, ou Che Guevara, como se tornou conhecido, nasceu em Rosário, Argentina, em 14/6/1928. Formado em medicina, em 1954, no México, conheceu e se juntou aos irmãos Fidel e Raúl Castro, que organizavam um grupo guerrilheiro para derrubar o governo ditatorial de Cuba. Guevara tornou-se médico da tropa, que desembarcou na ilha no fim de 1956. Nos três anos seguintes transformou-se em combatente e líder militar. Com a vitória do movimento revolucionário, em 1959, tornou-se cidadão cubano e assumiu papel ativo no governo, como diretor do Banco Nacional e, mais tarde, ministro da Indústria. Foi assassinado pelo exército boliviano em 9/10/1967. Pela Global Editora, tem publicadas as obras: Diário, Textos Econômicos,Textos Políticos e Textos Revolucionários.