PRIMEIRA CARTA AOS CORÍNTIOS COMENTADA

PRIMEIRA CARTA AOS CORÍNTIOS COMENTADA

Sinopse

Praticamente todos os estudiosos do Novo Testamento aceitam a autoria paulina de I Coríntios. A atribuição quase que unânime a Paulo é expressa por Robertson e Plummer da seguinte forma: “Tanto a evidência externa como a interna para a autoria de Paulo são tão fortes que aqueles que tentam mostrar que o Apóstolo não a escreveu são bem-sucedidos principalmente em provar a sua própria incompetência como críticos”.Visto que há uma concordância geral, deve-se sugerir apenas brevemente a natureza da evidência interna e externa para a autoria paulina.A evidência interna aponta para Paulo como o autor. A forma geral da carta, com as suas saudações de abertura, o tratamento de problemas práticos e doutrinários, e uma bênção calorosa no encerramento, seguem o padrão familiar das Epístolas de Paulo. O estilo também é paulino, combinando persuasão cortês, exortação apaixonante, confrontação direta e afeição fraternal. A linguagem também é típica de Paulo. Frases como “Jesus Cristo, nosso Senhor”, “em Cristo”, “o homem espiritual”, “justificado”, e “o corpo de Cristo” são todas expressões paulinas. A carta também associa Paulo com a igreja de Corinto de uma forma que não é totalmente lisonjeira para com os coríntios. Portanto a carta deve ter sido uma descrição exata da situação em Corinto ou estas pessoas não teriam permitido que esta descrição permanecesse sem refutação.