Primeiras estórias

Primeiras estórias

Sinopse

Em "Primeiras estórias", João Guimarães Rosa constrói narrativas curtas que tratam de matérias diversas da experiência humana, como a busca da felicidade, a necessidade do autoconhecimento e as maneiras de se conviver com a inevitável finitude da vida.O título deriva diretamente do propósito de Rosa retomar a atmosfera das narrativas ancestrais, o que dá sentido à escolha pelo termo "primeiras", pois deixa-se vincar abertamente pelos "causos" que remetem aos primeiros tempos da humanidade. Já o emprego da palavra "estória" - em contraponto à "história" - provém da língua inglesa, pavimentando, assim, o pendor do autor pelo campo da imaginação.Composto por 21 contos, "As margens da alegria", "Sorôco, sua mãe, sua filha", "Famigerado" e "A terceira margem do rio" são alguns dos feitos sublimes desse escritor, que levou a artesania da palavra a patamares jamais experimentados na literatura de língua portuguesa. A capacidade de encantar desse livro está, dentre outros atributos, nas estórias tecidas com maestria e que se desenrolam em um território situado à margem da civilização moderna, compondo enredos que mesclam o real e a ficção, e que deixam largo espaço para os leitores darem asas à fantasia e, paradoxalmente, refletirem sobre seus destinos.Esta edição traz um texto de Luiz Costa Lima, um dos principais teóricos da literatura do país, intitulado "O mundo em perspectiva: Guimarães Rosa". A capa é de Victor Burton e Anderson Junqueira. E a foto é de Araquém de Alcântara (Casario abandonado), Formoso (MG), em 2014.

Autor

João Guimarães Rosa nasceu em 27 de junho de 1908 em Cordisburgo, Minas Gerais, e faleceu em 19 de novembro de 1967, no Rio de Janeiro. Publicou em 1946 seu primeiro livro, Sagarana, recebido pela crítica com entusiasmo por sua capacidade narrativa e linguagem inventiva. Formado em Medicina, chegou a exercer o ofício em Minas Gerais e, posteriormente, seguiu carreira diplomática. Além de Sagarana, constituiu uma obra notável com outros livros de primeira grandeza, como: Primeiras estórias, Manuelzão e Miguilim, Tutameia — Terceiras estórias, Estas estórias e Grande sertão: veredas, romance que o levou a ser reconhecido no exterior. Em 1961, recebeu o prêmio Machado de Assis da Academia Brasileira de Letras pelo conjunto de sua obra literária.