Álvaro de Campos X Marcos Breda

Álvaro de Campos X Marcos Breda

00:00 / 00:00

Sinopse

A série de audiolivros Fernando Pessoa 4 X 4 registrou em áudio os poemas de Fernando Pessoa, ele mesmo, e seus três principais heterônimos com quatro atores diferentes. Para gravar os escritos de Álvaro de Campos, convidamos o ator Marcos Breda, que fez uma declaração valiosa sobre o trabalho de gravação: "Foi como uma epifania", disse ele. O audiolivro inclui os poemas:
Cruz na porta da tabacaria! / Aniversário / Poema em linha reta / Se te queres / Esta velha angústia / Ah, um soneto / Todas as cartas de amor são ridículas / Grandes são os desertos / Vem, noite antiquíssima e idêntica / Cruzou por mim, veio ter comigo, numa rua da Baixa / Tabacaria / Lisbon revisited (1923) / The Times / Reticências / Adiamento / A água de aqui é boa, não é? / A música, sim a música / Acordo de noite, muito de noite, no silêncio todo / Ah a frescura na face de não cumprir um dever! / Ah! Ser indiferente! / Ah, no terrível silêncio do quarto / Ah, onde estou ou onde passo, ou onde não estou nem passo / Às vezes medito / Começa a haver meia-noite e a haver sossego / Começo a conhecer-me. Não existo. / Contudo, contudo / Cul de lampe

Autor

Fernando Pessoa (1888-1935) foi um dos mais importantes poetas em língua portuguesa, a figura central do Modernismo português. Durante sua vida, como poeta, Pessoa era conhecido por criar múltiplas personalidades, os heterônimos, cada um com sua vida própria, entre eles: Alberto Caeiro, Ricardo Reis e Álvaro de Campos, este último o seu mais importante personagem, poeta inconformado com o universo que vê.