Na rota do perigo

Na rota do perigo

Sinopse

Jornalismo ou contabilidade? Uma opção que, certamente, fará diferença na vida de Toni. Vila Grande não dá mais pé pra mim. Não pela cidade, que é bacana, mas por tudo que anda acontecendo. Você sabe, eu e o padrasto, a gente não se dá muito bem. Aquilo de estudar contabilidade podia ser bom para a empresa dele, pra sua frota de caminhões, não pra mim. Não nasci pra fazer contas. É um cano. Para não ter de fazer o que não quer, Toni decide sumir. Nesta história, Marcos Rey coloca o leitor para refletir sobre uma realidade próxima, a sua própria ou a de alguém conhecido. Toni, protagonista da história, rapaz de dezoito anos, enfrenta problemas com a nova estrutura familiar, após o casamento de sua mãe. O autor, também, prepara uma grande surpresa para o final do livro.

Autor

Autor de uma vasta produção de obras literárias e audiovisuais, assumiu o ofício de escrever o tempo todo, e viveu de seus textos e criações. Destacou-se pela qualidade de seus contos e romances – literatura de realismo urbano – captando e recriando a atmosfera da grande cidade e de seus personagens; e a aristocracia, a classe média e a vida noturna. Marcos Rey escrevia como se estivesse filmando o cotidiano e a realidade da metrópole paulistana. Nasceu em São Paulo em 1925, e desde a infância era um inveterado leitor. Publicou seu primeiro conto aos 16 anos no jornal Folha da Manhã, já usando o nome "Marcos Rey" (Edmundo Donato era seu nome verdadeiro). Seu primeiro romance publicado foi Um Gato no Triângulo , em 1953. Habilidoso e versátil, Rey passou pelos anos 50, 60, 70, 80 e 90 como cronista, contista, roteirista de rádio, televisão e cinema, em programas de humor, rádio-almanaques, novelas e minisséries, e também foi redator publicitário. É autor de uma deliciosa coleção de romances de aventura e mistério para jovens leitores, livros escritos anualmente a partir da década de 1980, como O mistério do 5 Estrelas, O Diabo no Porta-malas e Sozinha no Mundo, entre outros grandes sucessos de público.